Quando vi o trailer de Divertida Mente fiquei encantada e sabia que eu P.R.E.C.I.S.A.V.A assistir essa animação.
E mais uma vez a Disney e a Pixar não me decepcionaram.

Sinopse: Riley é uma garota divertida de 11 anos de idade, que deve enfrentar mudanças importantes em sua vida quando seus pais decidem deixar a sua cidade natal, no estado de Minnesota, para viver em San Francisco. Dentro do cérebro de Riley, convivem várias emoções diferentes, como a Alegria, o Medo, a Raiva, o Nojinho e a Tristeza. A líder deles é Alegria, que se esforça bastante para fazer com que a vida de Riley seja sempre feliz. Entretanto, uma confusão na sala de controle faz com que ela e Tristeza sejam expelidas para fora do local. Agora, elas precisam percorrer as várias ilhas existentes nos pensamentos de Riley para que possam retornar à sala de controle - e, enquanto isto não acontece, a vida da garota muda radicalmente.

A animação fala basicamente de mudanças e a forma como uma criança e até mesmo um adulto a encara.
Protagonizado por nossos principais sentimentos, que ganham vida de forma fofa e colorida, a animação te faz rir, mas rir muito mesmo e até chorar (ah gente, eu choro em propaganda de amaciante) e mostra que apesar de sermos positivos os nossos tombos são importantes pra gente continuar acreditando.

Vale a ida ao cinema, com refrigerante grande e pipoca.
A Alegria apoiaria com certeza!

Beijinhos e um lindo final de semana.

PS.: A sinopse e a imagem utilizadas nesse texto foram retiradas do site Adoro Cinema.